Início Desporto Esperança renovada. Benfica volta a saborear uma vitória na Champions

Esperança renovada. Benfica volta a saborear uma vitória na Champions

Rafa marcou primeiro para as águias e Memphis Depay fez o empate para o Lyon já no segundo tempo. Pizzi, já perto do final, aproveitou um erro grosseiro de Anthony Lopes para dar os primeiros (e importantes) três pontos ao Benfica.

Que sofrimento até final para o Benfica. As águias voltaram pois a saborear uma vitória na Liga dos Campeões, mas o Lyon vendeu cara a derrota.

Na quarta-feira na Luz, na 3.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, Rafa adiantou a equipa encarnada; logo aos quatro minutos e Memphis Depay conseguiu o empate para os franceses aos 70 minutos.

Após algum desnorteio em campo por parte do Benfica; Pizzi aproveitou da melhor forma uma ‘oferta’ de Anthony Lopes e fez o golo da vitória aos 86 minutos. 

Resumo

Todas as histórias têm de começar aliás pelo início e o início da história do Benfica-Lyon começou diabólica. Alguns adeptos ainda tentavam encontrar o seu lugar quando Rafa deu-lhes entretanto um motivo para festejar. Um golo logo aos quatro minutos adiantou os encarnados nesta 3.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

A defesa do Lyon esqueceu-se no entanto de uma das unidades mais perigosas da formação de Bruno Lage e Rafa mostrou-lhes que não perdoa. Isolado na cara de Anthony Lopes, o 27 das águias foi letal.

Início de sonho para o Benfica, que só não marcou mais porque a pontaria de Rafa dois minutos depois; não foi assim a melhor na meia distância.

Restou ao Lyon tentar responder após uns primeiros minutos de pesadelo na Luz.

Em transições rápidas, bolas paradas ou cruzamentos para a grande área do Benfica, a equipa agora treinada; por Rudi Garcia tentou fazer estragos, mas só por uma vez no primeiro tempo Odysseas teve razões para se assustar.

Aos 30 minutos, Cornet apareceu na área, rematou cruzado, mas Grimaldo, que nem um salvador; deslizou em carrinho e evitou males maiores para a equipa da casa.

Antes disso, realçar uma baixa de peso para as águias. Rafa, que nos 20 minutos que esteve em campo mostrou-se endiabrado, queixou-se da virilha e teve de ser substituído por Pizzi.

O 21 das águias passou a jogar sob o lado direito, que até então estava ocupado por Gedson; e o mesmo Gedson colocou-se na posição de segundo avançado, tal como Rafa até aqui.

Até ao apito para o intervalo, o Benfica dispôs de algumas oportunidades para marcar ;a melhor delas desperdiçadas por Seferovic, que rematou muito alto após um cruzamento rasteiro de Tomás Tavares.

No segundo tempo, o Lyon intensificou a procura pelo empate. Porém, fê-lo da mesma forma e o Benfica foi controlando as oportunidades que os gauleses iam criando… até aos 70 minutos.

Um dos muitos cruzamentos que os franceses atiraram para área acabou por dar resultado. Tomás Tavares não acompanhou da melhor forma Memphis Depay e o holandês, ao segundo poste, fez balançar as redes de Odysseas.

O que até aqui parecia um filme feliz, depressa se tornou num thriller de horror para os adeptos na Luz. O empate era um resultado que podia comprometer as aspirações na Liga dos Campeões, mas a verdade é que um golo de Pizzi tudo mudou.

O ambiente estava pesado, mas o 21 das águias acreditou até final e foi ele a dar uma explosão de alegria aos adeptos.

Depois de um erro grosseiro de Anthony Lopes, que lhe colocou a bola nos pés; Pizzi tentou prontamente o remate para a baliza que o português tinha deixado deserta… e fez mesmo o tão desejado 2-1 na Luz.

O resultado não sofreu alterações até final e o Benfica conquistou a primeira vitória; e os primeiros três pontos na fase de grupos da Liga dos Campeões. Três importantes pontos que mantém a equipa encarnada com esperança num apuramento para a próxima fase da liga milionária.

O Benfica segue em último com três pontos, atrás de Lyon (4 pontos), Zenit (4) e Leipzig (6).

Ver imagem no Twitter
Ver imagem no Twitter

Benfica e Lyon encontraram-se apenas duas vezes na sua história, em 2010/11, precisamente na Liga dos Campeões, e houve uma vitória para cada lado.