Início Internacional Especialista afirma que ainda é cedo para antever pico do coronavirus

Especialista afirma que ainda é cedo para antever pico do coronavirus

Um médico que liderou a resposta da Organização Mundial de Saúde ao surto de Síndrome Respiratória Aguda Severa disse hoje que é demasiado cedo para saber quando o coronavírus atingirá o pico, mas que aparentemente a doença continua em crescimento.

O especialista David Heymann  afirmou que o aumento de casos na China nos últimos dias se atribui particularmente ao facto de as autoridades chinesas terem expandido a pesquisa para detetarem situações menos graves, incluindo não apenas pessoas com pneumonia.

O clínico declinou prever se o vírus se transformará numa pandemia ou surto mundial.

De acordo com OMS, uma pandemia requer transmissão contínua de uma doença em pelo menos duas regiões do mundo.

Heymann referiu que à medida que o novo vírus se espalha na China, os cientistas vão ganhando um maior conhecimento da doença.

O surto de um novo coronavírus surgido na China e que provoca pneumonias virais tornou-se uma epidemia; que alastrou a vários países, embora seja em território chinês que se concentra a grande maioria dos casos.

A China elevou hoje para 426 mortos e mais de 20.400 infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV); detetado em dezembro, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro), colocada sob quarentena.