Início Internacional Kamala Harris, a escolha de Biden para vencer Trump e a pensar...

Kamala Harris, a escolha de Biden para vencer Trump e a pensar no futuro

A três meses das eleições nos Estados Unidos, Joe Biden, o presumível candidato do Partido Democrata, anunciou esta terça-feira que a senadora Kamala Harris é a sua escolha como candidata à vice-presidência norte-americana. Se os democratas ganharem as eleições, Kamala Harris será a primeira mulher negra vice-presidente dos Estados Unidos. 

A escolha foi revelada através do envio de uma mensagem e um email para os seus apoiantes. “Escolhi Kamala Harris como a minha candidata a vice-presidente. Juntos vamos vencer Trump”, disse Joe Biden. A primeira aparição pública da dupla de candidatos democrata deve acontecer esta quarta-feira em Wilmington, no Delaware.

Kamala Harris, de 55 anos, é uma senadora norte-americana eleita pelo estado da Califórnia e foi uma das rivais de Biden na luta pela nomeação democrata para a presidência dos Estados Unidos. Acabou por pôr termo à sua pretensão. Estava longe nas sondagens e nas primárias democratas de Biden, de Bernie Sanders, de Elizabeth Warren. Até estava atrás de um surpreendente Pete Buttigieg.

No entanto, a sua desistência não representou um travão a uma carreira política em ascensão, tão pouco a ideia de que Kamala Harris era uma das faces do futuro do Partido Democrata, algo que se parece consolidar mais com a escolha de Joe Biden para candidata a vice-presidente.

Se já se esperava que, daqui a quatro anos, a senadora apresentasse nova candidatura à presidência, a decisão de Biden parece colocar Harris na rota para a liderança no Partido Democrata no espaço de quatro ou oito anos.

Após o anúncio de Biden, Harris admitiu sentir-se honrada por ter sido escolhida. “Joe Biden pode unir o povo americano porque ele passou a sua vida a lutar por nós”, afirmou no Twitter.

Como destaca o The New York Times, Kamala Harris é uma moderada pragmática e era apontada como uma das escolhas mais seguras de Joe Biden para candidata a vice-presidente. É considerada uma aliada fiável no seio do Partido Democrata, com prioridades políticas semelhantes às de Biden. Os analistas esperam que Kamala Harris traga maior energia à campanha de Biden pela sua capacidade de entusiasmar os eleitores democratas, mas também pela forma como poderá atacar o atual presidente.

Aliás, como membro do Comité Judiciário do Senado, Kamala Harris ficou conhecida pelas suas pertinentes e desconfortáveis questões aos nomeados de Trump. E o presidente não parece ter-se esquecido disso. Mostrou-se surpreendido pela escolha de Biden e criticou Kamala Harris, considerando-a “mais mesquinha, a mais horrível, a mais insolente de todo o senado”.

Mas a senadora da Califórnia recebeu elogios de uma figura importante.

Barack Obama revelou-se satisfeito com a decisão de Joe Biden e sublinhou que Harris “está mais do que preparada para o cargo”.