Início Sociedade Inexperiência e nevoeiro provocam queda de aeronave

Inexperiência e nevoeiro provocam queda de aeronave

Jovem paquistanês sem referências visuais despenhou-se.

A formação de nebulosidade a baixa altitude, a falta de luz natural e a inexperiência do jovem piloto de 21 anos. Foram as causas do despenhamento de um Cessna 152 em julho do ano passado. A dois quilómetros do aeródromo de Ponte de Sor.

Assim, a vítima, um paquistanês que estava em Portugal para obter a licença de piloto de linha aérea. Não tinha qualquer experiência em voo noturno nem em voo por instrumentos.

De acordo com o relatório do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF). Agora divulgado, devido a este acidente a mortal a escola já alterou o planeamento do curso. De forma a evitar uma repetição da tragédia.

Assim, a investigação concluiu que o despenhamento da aeronave ficou a dever-se à “entrada inadvertida em IMC . Condições meteorológicas de voo por instrumentos com consequente desorientação espacial do aluno piloto devido à perda de referências visuais”.

Na prática, durante um treino noturno em que o piloto tinha de descolar, voltar a aterrar, parar e descolar de novo (stop & go). Após três circuitos feitos com sucesso, descolou pelas 21h39 para uma quarta vez.