Início Figuras Públicas CDS pede nova comissão de inquérito sobre Tancos

CDS pede nova comissão de inquérito sobre Tancos

Partido vai pedir a Ferro Rodrigues que envie ao Ministério Público as declarações de Azeredo Lopes no Parlamento.

O CDS-PP vai pedir ao Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, uma nova comissão de inquérito sobre o roubo das armas de Tancos.

Numa conferência de imprensa na sede nacional do partido, em Lisboa, a presidente do partido, Assunção Cristas. Questionou se o presidente da Assembleia “já garantiu que todas as declarações prestadas no parlamento”, tanto de Azeredo Lopes como de António, “foram entregues ao Ministério Público”.

Assim, “É muito importante que seja esclarecido se houve ou não falsas declarações com relevância para este processo”. Afirmou Cristas, admitindo que, em último recurso pode ser o partido a pedir. Não tendo dúvidas de que houve declarações contraditórias entre Azeredo e Costa em todo o processo do furto de material militar do paiol de Tancos, em 2017.

Então, recorde-se que Cristas acusou o Governo do PS de “encobrir criminosos” e impedir “a justiça de funcionar”. No caso do furto de Tancos e exigiu “explicações públicas” do primeiro-ministro. António Costa.

No dia em que foi noticiado que o ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes vai ser acusado no processo de Tancos. Assunção Cristas dramatizou o caso e pediu aos eleitores que, nas eleições de 6 de outubro, “façam escolhas” e pensem que tipo de Governo querem.

Assim, “Espero que as pessoas reflitam muito bem no dia 6 sobre que tipo de governo querem ter. Se querem ter um governo que encobre crimes, que iliba criminosos, que impede a justiça de funcionar. Porque aparentemente conhece e dá cobertura a um acordo que impede que os responsáveis pelo furto sejam efetivamente apanhados e punidos” ou “se entendem que basta”. Disse Assunção Cristas a meio de uma ação de campanha eleitoral em Lamego, distrito de Viseu.

FONTEcm
Artigo anteriorSaiba o que fazer se for picado por uma vespa asiática
Próximo artigoPortugal no top 5 dos países onde mais se ganha o jackpot